Páginas

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Aproveitando ingredientes (parte 1)...Bananas maduras

Que o príncipe da paz encha nossos lares com sua gloria!  E que das nossas cozinhas saiam coisas bem práticas e gostosas como a receita de que vamos falar. Ela me foi ensinada por uma pessoa amiga, irmã Socorro, e nunca mais saiu da lista das mais requisitadas da minha humilde e pequena  cozinha. Além de tudo, é tudo que uma mãe com pirralhos precisa: rápida, simples e prática!


Hoje recebi uma mensagem sobre o valor nutricional das bananas bem madurinhas. Coincidentemente, eu estava querendo postar uma sequência de receitas sobre como aproveitar certos ingredientes que podem facilmente ir parar no lixo de algumas casas. Eu não sei se você é como eu, mas eu tenho muita pena e sentimento de culpa quando estrago comida. Por essa razão, aqui em nossa humilde cozinha de aprendiz de cozinheira, as sobras sempre se tornam algo novo, a não ser quando são doadas ou quando eu esqueço que estão na geladeira. Mania passada de minha mãe para mim. Então, arroz, cuscuz, macarrão, sobras de carne, frango, feijão e peixe são sempre aproveitadas, dentre tantas coisas...

Muita coisa mesmo pode ser aproveitada na cozinha! Pão amanhecido pode virar rabanada (isso eu nunca fiz, confesso), vários tipos de torrada (aqui em casa elas fazem sucesso), pudim de pão, sanduichão de forma, etc. Banana muito madura pode ser consumida, mas se seus pequenos e até os grandes torcem o nariz para ela, você pode fazer cartola, doce de banana, geleia de bananas, vitamina de banana e até um bolo bem gostoso pra comer sozinho, ou se os seus são amantes do sorvete,  com sorvete de creme ou de banana caramelada.


Hoje, pretendo começar uma sequência de receitas sobre como aproveitar bananas muito maduras. Se em sua casa elas vão para o lixo ou se você quer simplesmente aproveitá-las, eis aqui uma dica.


Bolo de Banana da irmã Socorro

Ingredientes:

12 bananas maduras previamente machucadas com o garfo (podem ser aquelas muito maduras), 2 xícaras de açúcar (gosto de usar demerara ou mascavo), 150 gramas de manteiga ou margarina em temperatura ambiente, 3 ovos grandes, 3 xícaras de  farinha de trigo, 1 colher (sopa) de fermento em pó e 1 colher (sopa) de bicarbonato de sódio. Se você gostar de canela como eu gosto, acrescente uma colher (chá)de canela em pó e verá que delícia!!! Além do cheirinho quando está no forno.Hummm...deu fome!

Modo de preparar:
Unte a fôrma e pré-aqueça o forno em temperatura média. Bata o açúcar com a manteiga e os ovos até formar um creme. Acrescente, aos poucos, a banana continue batendo até ter uma mistura homogênea. Misture os ingredientes secos  e bata novamente e delicadamente. Passe a massa para  a fôrma untada e leve  ao forno. O bolo está bom quando estiver escurinho e você espetar com uma faca e a massa não sair crua. 

Sim, se você só faz bolo na batedeira, este bolo deve ser batido à mão, para preservar a integridade das bananas machucadas. E se você achou estranho, ele não leva mesmo liquido algum, mas fica bem molhadinho!!!


p.s: Desculpem a foto da fatia solitária é que quando resolvi fazer o post só tinha essa fatia e ela estava prestes a ser consumida pelo comilão Jr da casa, o pequeno Ben. Desde já aviso que as boas fotos desse blog só sairão  da mão do marido ou da minha amiga Adna Souza, pois eu não sou boa fotografa como eles. É só olhar minha fatia solitária na frente dos meus talheres. Portanto, a foto é apenas pra acreditar que o bolo existiu! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário