Páginas

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Antes de ligar para o médico, mantenha a calma e tente verificar….

Imagem: The guardian.com

Bebês  e crianças muito pequenas não sabem muitas vezes comunicar direito o que sentem. Eis uma razão porque muitas vezes nós mães de pequenos temos que desenvolver o conhecimento sobre eles para saber o que os incomoda quando choram. Com o tempo passamos a perceber o que acontece com eles com mais facilidade.

Muitas vezes pais, especialmente os de primeira viagem, levam seus filhos ao hospital ou ligam para o pediatra e lá descobrem que era algo simples que poderia ser resolvido em casa. Tenho uma amiga que levou seu recem-nascido ao hospital e era sono o problema. Vocês acreditam? O bebê estava com calor e não conseguia dormir, segundo ela. problema que se resolveu com o ar-condicionado do hospital. Então, antes de ligar para o pediatra, verifique:

1. Fome, sede, cocô, xixi, calor (ou frio)ou cólica- Isto é o que primeiro você deve verificar. Com o tempo você aprenderá a identificar como seu filho reage em cada uma dessas situações. Eu faço sempre uma checagem geral desses fatores, antes de achar que há algo errado. Na medida em que voce conhecer o seu bebê, o jeito que ele chora e se comporta em cada uma dessas situações passará a ser conhecido de você, mamãe. Quanto mais tempo você gastar com ele, mais você apreenderá sobre ele.
2.  Temperatura- Simples, pegue o termômetro e verifique se seu filho tem febre.
3.  Respiração- Verifique se seu bebê está com dificuldade de respirar, se respira mais rápido ou devagar que o normal.  Veja se esta com o nariz congestionado. O bebê está tossindo? A tosse é seca ou tem muco? O muco é transparente, esverdeado ou amarelado?
4.  Comportamento- Houve alguma mudança? O bebê parece indisposto? mal-humorado? Está apático? Verifique se há algo no ambiente que justifica a mudança!
5. Verifique:
Pele- Vermelhidão, picada, brotoejas, assadura ou qualquer alteração presente?
Boca- Gengivas inchadas ou qualquer  outra alteração?
Garganta - O arco na garganta está avermelhado?
Moleira- Inchaço ou afundamento?
Orelhas: O bebê toca as orelhas ou se mostra incomodado quando se toca próximo aos ouvidos? Existe alguma secreção saindo de alguma orelha?
Sistema digestivo- Está se alimentando normalmente? fezes e urina com frequencia e aspecto normal? está vomitando? O esforço para vomitar está sendo seco? O bebê parece constipado?

Mesmo que um desses sinais lhe indiquem a necessidade de ligar para o pediatra, estas informações são importantes para a orientação médica. Mantenha a calma! ela quase sempre ajuda!!! Se você é mãe de primeira viagem, poderá se sentir frustrada e incompetente para resolver e identificar o que aflige seu filho nas primeiras vezes em que ele abrir o berreiro, como dizemos por aqui. É importante que você tennha em mente que, com tempo, você aprenderá sobre seu filho, o que tornará as coisas melhores.

Um abraço e até a próxima!

Fonte de consulta- O que esperar do primeiro ano
Autores: Heidi Murkoff
               Arlene Eisenberg
               Sandee Hathaway
Editora: Record, 2a Ed.

Nenhum comentário:

Postar um comentário